quarta-feira, 21 de outubro de 2009

UCL – Real Madrid 2 X 3 Milan

b_DESAPARECIDO_b_Kaka_tuvo

ESTA É A UEFA CHAMPIONS LEAGUE!

Em um jogo cheio de nuances Real Madrid perde nos detalhes um jogo tipicamente de Champions League. O Real Madrid fez praticamente tudo melhor do que o Milan. Logo aos 15 minutos de jogo a péssima arbitragem começou a dar o ar de sua graça ao não marcar um pênalti óbvio e exagerado de Zambrota em Benzema. A imprensa espanhola segue pressionando a UEFA e suas arbitragens frente ao Real Madrid. As duras críticas de Platini, atual presidente da entidade, a respeito das milionárias contratações do Real seriam as principais causas de tantos cartões amarelos e pênaltis não marcados a favor da equipe branca.

faltaBenzema Agora voltemos ao que realmente importou; a partida. O Real dominou o pequeno time do Milan. Durante exatos 70 minutos. Primeiro e segundo tempo soube criar várias chances. Aproveitar todos os chutes. Para termos uma idéia da paradoxal eficiência do ataque madridista até o primeiro gol do Milan foram 13 chutes do Real e os 13 foram no gol! Isso mostra sim uma pontaria QUASE perfeita. Enquanto que o Milan até ali havia tentado 3 chutes e nem um sequer chegou perto de Casillas.

RonaldinhoFrenado Destaques fundamentais do Real foram mais uma vez Lass e Xabi Alonso que juntos com Sergio Ramos bloquearam QUASE todas as tentativas de dribles de Ronaldinho Gaúcho. Este voltou ao Bernabéu e não fez nada. Uma única jogada efetiva em direção ao gol foi bem executada, contra Pepe em um infeliz mano-a-mano e que em seguida cruzou de trivela sem destino exato. De resto não me venham os adoradores do ex-Ronaldinho confundir suas firulas (frustradas pelo trio defensivo do Real já citado acima) no centro de campo com sua antiga habilidade extrema de tornar o jogo prático e eficiente.

1256159006_0 E já que antes da partida o assunto era Kaká enfrentando sua ex-equipe não dá para dizer que foi uma exibição excepcional, porém quando pode contribuiu de maneira sempre incisiva ao redor do ataque criando algumas desafortunadas jogadas de gol.

Falando de sorte me vem a idéia que sempre me lembro do que se trata esta competição. Para ganhar a UEFA CHAMPIONS LEAGUE tem que ter muitas coisas. Mas se eu tivesse que apontar um par de palavras chaves para trabalhar uma equipe com grande potencial como se encontra o Real Madrid eu usaria FOCO E OBJETIVIDADE. O foco vem por todos setores do campo. Todos os jogos. Todos os minutos. Foco que o próprio Real já se aproveitou da falta deste contra o Marseille. A equipe francesa se todos se recordam perdeu em 3x0 um jogo decidido em 10 minutos. Lá tínhamos dentre as estrelas uma que sentimos hoje: Cristiano Ronaldo.

Não gosto de ficar pensando muito nas hipóteses em vão, mas não dá para deixar de imaginar como seria a partida com ele. Só menciono isso, pois sei que já que foco ou perda deste pode decidir uma partida jogadores fora de série são imprescindíveis. Gosto muito de Granero, acho um jovem promissor para termos no elenco, mas Cristiano no lugar dele a coisa seria diferente. Não foi e isso é o que importa.

raulSeedorf Falando de jogadores fora de série o Milan conseguiu armar um esquema de time pequeno e soube segurar uma pressão do Real e saiu de maneira calma e objetiva. Lá está a segunda palavra chave para se ganhar na Champions. Soube tirar da cartola gols e jogadas individuais como poucos conseguem. Seedorf e Pirlo tiveram força, foco, objetividade e em nem um momento jogaram desmotivados. Pato também mostrou toda sua qualidade e oportunismo para aproveitar suas chances de ouro.

Vale lembrar que no final da partida o zagueiro brasileiro Thiago Silva ainda marcou um gol de cabeça mal anulado que esquentou os ânimos de Raúl, Ronaldinho(que o agrediu, veremos se a UEFA punirá ou Platini preferirá “passar a mão” na cabeça do brasileiro). A verdade é que com isso ficou muito claro que nesta competição tudo é muito importante.

Muitos podem achar que o Real não teve sorte e o Milan teve. Eu prefiro acreditar no contrário. Acredito que o Real teve uma sorte que poucos tiveram nesta fase de grupos. Ele teve o luxo de participar de um jogo onde aconteceu de tudo que a UEFA CHAMPIONS LEAGUE representa. Tudo isso pode-se chamar de tutorial de luxo. Onde árbitros, gols não marcados e desatenções mínimas contadas no relógio podem significar a derrota da partida e quem sabe da competição.

É assim que se deve encara esta partida. Um achado nesta fase de adaptação. Nesta fase em que a equipe encontra um melhor futebol. Já dá pra perceber uma equipe capaz de muito mais coisas boas do que ruins. Já dá pra ver que polindo as arestas esta equipe tem fortes chances de conquistar tudo que disputar. O Real com a derrota continua na liderança do grupo, agora dividido com a equipe do Milan.

Agora o bastão está nas mãos da comissão técnica. Mostrar tudo que de melhor este Real já apresentou nesta partida e também ensinar a maior lição de todas: Todos desta equipe terão que em todos os jogos buscar incessantemente a dupla de ouro: Foco e Objetividade.

Confira as escalações iniciais e finais da partida:

Inicial:

inicial

Final:

final

Melhores Momentos

Fontes:

marca.comas.comglobo.com - RealMadridCrítico

5 comentários:

  1. EU$ 260.000,00 gastos e o Madrid.........ficou sem banco.

    Valdano nem parece ter sido jogador de futebol, não sabe que contusões são comum no esporte?
    Lembrei de Sneidjer e Robben que poderiam, ou não, ter ajudado a equipe, pois a mesma não tem esquema tático definido, um plano de jogo, por exemplo: Kaká um talentoso “ponta de lança” que fica tentando jogar pela extrema esquerda.

    Nas entrevistas os jogadores (vide Casillas e Xabi Alonso) ficam falando em triplete e o presidente em “dar um golpe em Europa”.

    Como diz o ditado: “o jogo é jogado” não adianta ficar falando “futebol se ganha em campo”.

    ResponderExcluir
  2. Amigo, concordo com muito do que você disse. Agora acredito no seguinte: o que temos é isso, de que adianta você levantar todas as hipóteses que não são e não estão no alcance do treinador. Temos que treinar essa equipe, a que temos. Quanto as declarações acho que depende muito da interpretação, quando perdemos uma partida assim, onde tudo pode acontecer, contra um grande da europa é fácil ficar falando sobre situações que não tem mais como ser revertidas. Declarações são exposições de objetivos! Quem gasta isso tudo tem mesmo que exigir o máximo de títulos. Afinal nosso argumento seria qual? "O Real gastou tudo isso pra ganhar só o espanhol?" aposto que seria. Então nada mais natural que se busque a perfeição. Motivações assim são excelentes para extrair o melhor de uma equipe. Não há mágico no mundo que faça uma equipe da noite pro dia então temos que ser sensatos com nossos julgamentos e analisar um trabalho como um todo. Não apenas os últimos resultados e ignorar todo um trabalho ainda sendo montado. Temos que parar de ter memória curta e criticar uma equipe apenas quando ela perde. Temos que mostrar através das críticas o caminho para a melhora, não apontar os erros. Isso qualquer um faz. Robben já está fora durante um bom tempo do Bayer M. o que comprova a tese de que é um jogador para meia temporada. O Real continua tendo um excelente banco. Não vai ser uma vitória muito menos uma derrota que vai tirar o mérito de seus jogadores e treinador. Sejamos mais justos com o futebol. Se você ver a partida vê que um time em formação foi capaz de deixar o Milan absolutamente tonto até um petardo sortudo típico de Champions League. Tenho certeza que em Milão o Real vencerá e com muito mais força do que hoje o Milan o fez. Eu aposto nessa equipe. Acredito que ainda lembraremos do dia em que o Milan conseguiu vencer o Real no Bernabéu pela primeira vez em sua história.

    ResponderExcluir
  3. Me revoltei com o Kaká
    O Real gasta milhões para quando chega seu ex-clube ele entrega a partida?
    Ele podia ter jogado bem mais.

    O resto do time, na minha opnião está de parabéns. O Casillas por dia ter sido mais feliz, mas nem foi muito culpa dele. Raul oportunista como sempre.
    Esse Real quando entrosado e com C.Ronaldo de novo vai para frente!

    E que Kaká valorize mais o atual clube dele.

    ResponderExcluir
  4. E a resenha continua, no link abaixo o Julio Gomes rotula o Madrid de Soberbo.

    http://espnbrasil.terra.com.br/futebolnomundo/post/81961_NA+CHAMPIONS+REAL+MADRID+SO+PERDE+PARA+OS+GRANDES+DA+EUROPA

    Resumindo: Ele diz que, na Champions League desde a temporada 2003-2004, o Madrid, só bate em criança, bêbado e mulher e que na hora de enfrentar gente grande, como ele, simplesmente pipoca!

    É como eu falei no comentário acima:
    Tão falando demais em triplete,dominar a europa,etc....eu já vi esse filme antes e o nome foi Galaticidio, será que tão querendo lançar a parte II?

    ResponderExcluir
  5. Oi Marcelo!
    Não vi o jogo, e confesso: após saber do resultado, não me arrisquei nem a ver os gols. Embora sua crítica seja otimista [ok, perdemos no momento em que poderáimos nos dar ao luxo], é difícil crer que o time realmente seja 'cristiano-dependente'. Mais uma vez, perdemos para um time grande. E que, segundo as resenhas esportivas, não jogou NADA.
    Concordo com o Prsm aí... gelei com o retorno de Floriano, e esse papo de Galáticos é o fim. Espero ansiosa pelas oitavas de final, nossa prova de fogo. Por enquanto, não acredito que esse time instável consiga vencê-la.
    bjs

    ResponderExcluir